segunda-feira, 22 de junho de 2009

O QUE EU SEREI?– Parte 2

 

Agora, mais do que nunca, realmente decidi que quero jornalismo, futuramente posso me especializar em algo como pedagogia ou psicologia infantil, e escrever um livro ou ter uma coluna em alguma revista sobre educação, ou talvez até criar uma corrente educacional revolucionária.

Eu estudava em uma escola ótima de rede à nível nacional, eu tinha um ótimo desconto, meus pais não podiam pagar a mensalidade integral. E um dia, sinceramente, eu não sei o que passou na minha cabeça, que eu decidi fazer o Curso Normal. Todos foram contra. Mas bati o pé e não mudei de ideia. Num certo período pensei seriamente em desistir, eu fui estudar em uma escola pública, um mundo diferente do meu, pessoas diferentes, culturas diferentes, eu estava me sentindo mal naquele lugar,mas como foi uma escolha minha e tudo o que começo vou até o fim. Sabe essas coisas que nós só vemos na TV e pensamos que nunca vai acontecer com alguém próximo de nós? Eu conheci de perto (meninas que fizeram aborto, meninas que sofreram abuso,insclusive incesto, meninas que se envolvem com traficantes).Quando eu vi essas coisas de perto eu pensei “como eu sou idiota, perco meu tempo com coisas tão fúteis, e eu pensava que tinha problemas”, me tornei menos idiota, porque é assim que são muitas (não todas) meninas da minha idade hoje, de certa forma isso foi muito bom para mim, sinto como se eu tivesse sido enviada àquelas pessoas, como uma missão que estou cumprindo durante a minha estadia nesse mundo louco.

16 colheram o dia:

Docefelicidade disse...

Nossaaa... imaginei que vc ia ser jornalistaa... hehehe

Docefelicidade disse...

Nossaaa... imaginei que vc ia ser jornalistaa... hehehe

Docefelicidade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Max Psycho disse...

o ideal é vc ter convicção da sua decisão quando chegar a hora certa, o resto é só balela, bjus gata e boa sorte na sua escolha

Lina :) disse...

Mas eu nunca disse que estudo psicologia. O_O'

Luciano de Sálua disse...

Lerei todas as suas reportagens!

_Gio_ disse...

Li os dois e comento aqui.

Olha, eu acho muito importante o gosto pela profissão que vai se exercer. Mas acho o dinheiro importante, e justifico exatamente nesse ponto: trabalhando em algo que se ganhe bem, a pessoa pode se sustentar e seguir aprendendo o que gosta. (Sabe, um sedendo por conhecimento como eu ainda quer fazer Música, Letras e Psicologia)

Estudei sempre em escola pública, mas sempre nas melhores delas. Nunca convivi com esse "mundo da periferia", embora uma das oradoras da m inha 8a série já estivesse grávida. Agora, sempre convivi com gente de todos os tipos, e acredito que não seja uma pessoa fútil.

Odeio futilidade, na verdade. De uma maneira exagerada: custei muito para me render a Orkut, MSN, Blog e Twitter. Um passo de cada vez, e sempre me certificando de que havia um bom motivo!

Thaís A. disse...

pelo menos voce não vai precisar fazer faculdade! UHAEUSHE, brimks.

Ryan disse...

Uma vez, tive a curiosidade de conhecer o ensino público. Já estava cursando a oitava série quando escolhi ir para uma escola pública! Chegando lá conheci a violência... Violência essa que nunca havia visto em lugar algum. Não me adaptei e para completar invadiram a escola e assassinaram um "garoto" dentro da sala de aula com todos nós. Inclusive eu... Me lembro que no mesmo dia pedi transferencia para uma escola particular e nunca mais voltei a uma instituição de ensino pública (exceto a faculdade). Tive alguns problemas, alguns traumas por conta disso...

O mundo realmente é louco...

Rebeca disse...

Adorei seu blog!
Eu tambem quero fazer algo relacionado a area de pedagogia :)
Gostei muito do seu layout tambem, é lindo *-*
E a musica tambem!

beijinhos!

_Gio_ disse...

Então, eu fiz o ensino médio em uma escola federal dessas, o CTI daqui. Se não fizesse, as escolas públicas restantes com ensino médio não tinham nível para se comparar - eu acabaria indo para uma escola particular.

Passei, fiz a escola, passei direto no vestibular, e não precisei pagar! Agradeço aos Céus por isso =D

Hadassah disse...

Marina também gostei muito do seu blog. Obrigada pela visita, fiquei muito feliz.
Adorei seu post, até porque eu também estudo em uma escola publica.
É diferente para mim também porque eu sou a única que tem juizo na minha turma :)
Minhas amigas também já abortaram, tem envolvimentos com traficantes, etc.
e acho legal ajudar um pouco essas meninas até porque a maioria se sente muito sozinha.

ops: jornalismo!Também morro de vontade, acho uma profissão muito legal, nossa falando nisso estou com uma ideia para um post...
voltando, você tem bom gosto, sério!
quando você se tornar uma grande jornalista irei ler suas reportagens.
bjs

Max Psycho disse...

sobre seu futuro, só tenho certeza de uma coisa voce será assim como já é uma gata muito linda, bjus anjo

Marília disse...

Psicóloga então? Bem-vinda ao clube!

GueGue disse...

Ahh, tu não tem que ter medo de que as coisas deem errado. Tem que dar a cara à tapa, ir em frente sempre, com a cabeça erguida, com certeza não serão TODAS as coisas que darão certo. Tudo na vida tem um risco. Mas vale muito à pena corre-los.

beijão!
Obrigada pelo elogio, faço o melhor que consigo!! suahushau

beijão!d novo

be disse...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,